Foram anos filosofando…”A Lei da Compensação da Vida” deveria ser de aplicabilidade em diversas áreas do comportamento de nós reles mortais, usaria o “bom senso” como um sinônimo de fácil compreensão. Já são alguns anos trabalhando com Promoção de Qualidade de Vida e muitas histórias, o que me despertou o interesse em dividir esses “pré-conceitos” repetitivos. Meu povo, mudanças de hábitos alimentares, sociais, atividade física entre outros não significam que sua vida a partir de agora está fadada a monotonia e desilusão. Tenho a impressão que alguns chegam para se consultar com o “Senhor da Desgraça’’ e que sairão com uma série de normais e regras inflexíveis. Nada disso pessoal, o que tento é mostrar que existe sim a possibilidade de ter uma vida mais saudável e que para isso há algumas normas, mas não que isso signifique uma “prisão domiciliar”. Serão necessários novos hábitos, escolhas, atitudes e, com o tempo, novos gostos e experiências irão despertar uma outra perspectiva. Quem convive comigo sabe que não deixo de “curtir” meus momentos, estou falando de SIM! Gente é gostoso, por que deixaria de ter esse prazer? O grande lance é saber como! Acho que a pergunta que mais ouço quando estamos propondo novos hábitos é: “ Mas e no fim de semana”? E a resposta é “ Siga a Lei da Compensação da Vida”, compense aqui e ali, mude isso e aquilo e viva de uma forma saudável e prazerosa! Dá sim, basta querer! Sem esforço e persistência não haverá resultados, mas tente começar e vá em busca dos seus objetivos!

Deixe um comentário